Tag Archive | Salzburgo

Os jardins e uma Apresentação de Música Clássica no Palácio Mirabell

Salzburgo tem inúmeras atrações que podem facilmente ser classificadas como “cartão postal” da cidade e o Palácio Mirabell com toda a certeza é uma delas. De todas as principais atrações turísticas de Salzburgo, esse palácio e uma das casas de Mozart, são as únicas que ficam na parte chamada de Cidade Nova.

m13_1024x709

IMG_0486_1024x764

No início do século 17, Wolf Dietrich von Raitenau, mandou construir esse palácio em Salzburgo para demonstrar todo o seu amor por Salomé, que veio a se tornar sua esposa e com quem teve 10 filhos. Mas não foi essa história de amor que fez com que o Palácio Mirabell ficasse mundialmente conhecido.

IMG_9753_1024x556

m10_1024x654

A verdadeira razão foi devido as filmagens do musical A Noviça Rebelde. Foi nos jardins do palácio que uma das cenas mais importantes do filme foi gravada: as crianças Von Trapp cantando e dançando a música Do Re Mi em volta da fonte de Pegasus. Reconheceu?

m9_1024x698

m4_1024x742

Pra quem vai até lá achando que vai ser possível visitar o interior do palácio, está muito enganado. Infelizmente não é possível. Atualmente o palácio abriga algumas repartições públicas e o gabinete do prefeito de Salzburgo.

m5_1024x693

m8_998x768

IMG_9894_1024x630

Mas então o que a gente foi fazer lá? Além de ver os detalhes da fachada em estilo barroco do palácio, nós aproveitamos pra visitar os seus jardins também. Das escadarias que dão acesso ao jardim é de onde se tem uma das melhores vistas do Centro Antigo de Salzburgo, com a Fortaleza Hohensalzburg dominando a paisagem. Só por essa vista, já valeu o passeio!!

IMG_9772_1024x683

m2_1024x704

DSC00834_1024x714

Os jardins por si só valem a visita, mas eu achei que ele ganhou um destaque em especial por causa das cores do outono. Ah, também não posso deixar de mencionar as estátuas que enfeitam o jardim, uma mais bonita e impressionante que a outra.

IF

m18_1024x717

m20_886x768

m21_1024x688

Mas sabe aquela história que eu comentei no inicio do post de que não era possível visitar o palácio? Pois então, eu não sosseguei enquanto não descobri um jeitinho. Na verdade, como meus pais queriam assistir algum concerto de música clássica na terra do Mozart, a tarefa acabou se tornando moleza.

m3_1024x768

Regularmente, durante o ano todo, sempre as 20:00 da noite, acontecem apresentações de música clássica no Palácio Mirabell.

m1_1024x768

É altamente recomendado comprar os ingressos antecipadamente, pois o número de cadeiras é pequeno e quase sempre está lotado, tanto de locais como de turistas.

m28_1024x768

Encontrar a entrada correta para ter acesso a Sala de Mármore não foi tarefa fácil, mas depois de uns 5 minutos procurando, finalmente encontramos uma pessoa que pode nos dar essa informação.

m15_1024x768

m20_1024x768

IMG_0027_1024x683

Desde a entrada, tudo impressiona, mármore por toda parte, inclusive toda a decoração nas paredes, nas escadas e as estátuas, absolutamente tudo é esculpido em mármore. Vale muito a pena fazer como nós fizemos: chegar com pelo menos uns 40 minutos de antecedência, pq há muitas coisas a serem fotografadas!

IMG_0523_1024x768

Um dos grandes destaques do palácio, juntamente com a Sala de Mármore, é escadaria com anjos esculpidos. São muitos e todos foram esculpidos com uma riqueza de detalhes, que é dificil parar de fotografar.

m16_1024x768

A Sala de Mármore está localizada no terceiro andar do Palácio Mirabell, essa sala sempre foi usada para concertos, desde a época em que Wolf Dietrich von Raitenau morou no palácio. Mozart também se apresentou ali e como se não bastasse todo esse histórico, esse salão ainda tem a fama de ser considerado um dos mais bonitos da Europa. E realmente ele merece todos os adjetivos e elogios que li por aí. A sala é feita inteiramente de mármore e os detalhes são perfeitos.

m17_1024x768

IMG_0531_1024x768

m35_1024x768

Por volta de uns 30 minutos antes de começar a apresentação, já é possível entrar e escolher o lugar, pois os assentos não são marcados.

IMG_0033_1024x683

IMG_0055_1024x683

IMG_0045_1024x683

Pontualmente no horário marcado (20:00), as portas da Sala de Mármore foram fechadas e as artistas foram chamadas ao palco.

m44_1024x768

m42_1024x768

m40_1024x768

Nem preciso dizer que o repertório, segundo a opinião dos meus pais, estava perfeito. Todas as principais composições de Mozart, Strauss e Schubert foram tocadas. Foi uma oportunidade de fazer uma programação bem diferente do que estamos acostumados. Recomendo muito, muito mesmo!

IMG_0001_1024x683

Ah, já estava esquecendo de dois detalhes importantes: não é obrigatório usar trajes mais formais e a apresentação dura um pouco mais de 1 hora, com um intervalo de 10 minutos.

Anúncios

Hotel em Salzburgo

Durante o planejamento dessa parte da nossa viagem pra Áustria, uma questão que ficamos em dúvida era: nos hospedar apenas em Salzburgo por 4 dias ou dividir a hospedagem entre Salzburgo e Innsbruck. Nós optamos em fazer um deslocamento a menos com as malas e resolvemos ficar os 4 dias em Salzburgo e fazer 2 bate-volta, um em Innsbruck propriamente dito e outro em Wattens, pra conhecer a fábrica/museu/loja da Swarovski. Em resumo essa nossa estratégia não foi muito boa, mas o importante é que no fim das contas deu tudo certo!

Então, como as opções de hotelaria em Salzburgo são relativamente grandes comparado com o tamanho da cidade, nos optamos por ficar hospedados no Centro Antigo, a poucos passos da Getreidegasse, principal rua de comércio da cidade. O hotel escolhido foi Best Western Hotel Elefant, inclusive essa foi a primeira vez que nos hospedamos em um hotel da rede Best Western.

H8_1024x735

A reserva foi feita pelo site do Booking com pelo menos uns 6 meses de antecedência (eu sei, eu sou meio maniaca por organizar todas as coisas relacionadas a viagem o quanto antes).

O hotel tem uma localização excelente, perto tanto do transporte público quanto das principais atrações da cidade. A única coisa que ficava um pouco mais longe era a Estação Central de Trem (do outro lado do rio), mas nada que uns 5 minutos de ônibus não resolvesse o problema.

H10_1024x711

O hotel fica em um daqueles edificios estilo antigão (construído no século 13!) que tem em boa parte das cidades européias. Tem apenas um elevador, então na hora de pico, principalmente durante o café da manhã e hora do check-out muitas vezes tive que utilizar a escada pra me locomover rapidamente.

H3_1024x744

Mesmo sendo um hotel que passou a pouco por uma reforma, ele tinha uma decoração um pouco ultrapassada . Imagine ver elefantes por todas as partes, de todos os tamanhos e cores possíveis e impossiveis. Pois bem, foi exatamente isso que aconteceu! Era elefante que não acabava mais, por todos os cantos, literalmente!

Os quartos também seguem o mesmo estilo do restante do prédio. Eu imagino que a reforma tenha sido mais pra trocar o ar-condicionado por split, a TV antigona por um LCD, o chuveiro no banheiro e tal. Enfim, o importante é que tudo estava impecavelmente limpo. Os quartos não eram muito grandes, mas ao menos o tamanho do banheiro era bem satisfatório.

H6_1024x758

Reparou no elefante até na gaveta?

Reparou no elefante até na gaveta?

O café da manhã estava incluido no valor da diária. Eu não tenho costume de tomar café da manhã, então isso não fez muita diferença pra mim, mas meus pais foram todos os dias e gostaram bastante. Inclusive minha mãe disse que o café da manhã deles segue meio que o “padrão brasileiro”, com opções bem variadas tanto de bebidas, bolos, pães e frios.

O hotel também oferecia internet wi-fi gratuito mediante um cadastro na recepção do hotel. A senha vinha em um cartão, onde era preciso digitar no iphone/notebook toda vez que queria conectar. A intensidade do sinal no meu quarto era boa (quarto tinha uma localização mais no meio do hotel), já os quartos mais nas “laterais”, como por exemplo o quarto em que ficou o meu irmão e minha cunhada, a internet não funcionava direito, pq o sinal era muito fraco.

H1_1024x750

Junto a recepção do hotel, no primeiro andar, tem um restaurante que serve comida típica austriaca, mas nós infelizmente não fomos nenhum dia.

O Best Western Hotel Elefant fica na Sigmund-Haffner-Gasse 4, na Altstadt (centro antigo) de Salzburgo. O hotel é bem perto de todas as principais atrações da cidade e fica a uma quadra do rio Salzach.

** Se você gostou das dicas desse blog e quiser dar uma força reservando hotel  em Salzburgo através do site do Booking, para iniciar as pesquisas, é  só clicar aqui. Obrigada!!! **

** Importante: Ao reservar um hotel através do site do Booking aqui pelo blog, será repassado uma comissão ao blog Contando as Horas **

** Não sabe como utilizar o site do Booking? Aqui vai um post bem detalhado sobre como escolher e reservar um hotel. **

Posts relacionados:

Roteiro: EuroTrip 2012 – Post Indrodução

Como andar de trem na Áustria e entre a Suíça e a Áustria

Chegando em Salzburgo

Restaurante em Salzburgo: Sternbräu

Restaurante Alt Salzburg

Salzburgo, a cidade de Mozart

Os jardins e uma Apresentação de Música Clássica no Palácio Mirabell

Áustria: O tradicionalíssimo Café Sacher

Chegando em Salzburgo

Salzburgo é a quarta maior cidade da Áustria e sua população não chega a 150 mil habitantes. Fazendo uma comparação com as cidades brasileiras, pode-se dizer que Salzburgo é minuscula. Mas isso é apenas um pequeno detalhe, pois a arte e a música clássica são abundantes por ali.

Quem nunca ouviu falar em Wolfgang Amadeus Mozart? Ou na família Von Trapp? Na Noviça Rebelde? Salzburgo tem muito orgulho desses residentes ilustres, tanto orgulho que a cidade praticamente respira 24 horas música por todos os lados.

DSC00831_1024x557

Salzburgo é dividida em duas partes pelo rio Salzach: a Cidade Antiga de Salzburgo, declarada Patrimônio da Humanidade desde 1996 e que concentra a maioria das atrações turísticas da cidade, e ainda, a Cidade Nova, onde ficam o Palácio Mirabel, a Estação Central de Trem de Salzburgo e o Hotel e Café Sacher.

Existem várias formas de chegar em Salzburgo: avião, ônibus, carro ou trem. Como nós estavamos em Zurique, acabamos optando por ir de trem. O trajeto não é dos mais curtos, já que o tempo de deslocamento fica em 5 horas. Sim, realmente é muito tempo para um deslocamento de trem, mas como nos ultimos dias a gente não tinha parado quieto um minuto sequer, essas 5 horas passaram voando, isso sem contar que foi um alivio para os nossos pés!

A1_1024x704

Nos desembarcamos na Estação Central de Trem de Salzburgo (Hauptbhnhof Salzburg), que na época estava passando por uma reforma, mas a parte que já estava pronta ficou muito bonita, funcional e moderna.

Logo em frente a estação de trem ficam os pontos para pegar o transporte público até a Cidade Antiga de Salzburgo. Nós optamos por pegar o Obus, uma mistura de ônibus/bondinho versão mais moderninha.

A2_1024x755

A3_1024x686

O ticket do Obus pode ser comprado de duas maneiras: nos quiosques chamados Trafiken ou diretamente com o motorista. Como nós chegamos em Salzburgo à noite, os quiosques não estavam mais funcionando, então só nos restou a opção de comprar diretamente com o motorista. Dois detalhes importantes: o valor do ticket quando comprado diretamente com o motorista é um pouco mais caro e é preciso validar o ticket dentro ônibus. Um vantagem de usar o Obus é que os seus ônibus passam a cada 10 minutos e o trajeto é super rapidinho, acho que não levamos nem 10 minutos pra chegar até o hotel.

As melhores opções de trajeto que iam da Estação Central de Trem até o Centro Antigo de Salzburgo eram as linhas do Obus 3 e 6, porém todas as vezes (por coincidência) nós sempre pegamos a linha 6. Tanto a linha Obus 3 ou 6 saem da plataforma C (Busleiste C), ou seja, o Obus vai chegar na plataforma vindo no sentido que está a Estação Central de Trem de Salzburgo.

A10_1024x760

A17_1024x687

Esses ônibus/bondinho Obus não entram na Cidade Antiga de Salzburgo, então, pra quem quiser pegar a mesma linha que nós pegamos (linha 6), a parada mais próxima a Getreidegasse (principal rua de comércio da cidade) é a parada chamada “Rathaus”.

A8_1024x727

Já para ir do Centro Antigo de Salzburgo para Estação de trem, praticamente todas as linhas passam por lá, mas a que foi mais recomendada pelo pessoal do hotel foi a linha 1 e o trajeto fica em aproximadamente uns 12 minutos.

A5_1024x697

Na verdade nós precisamos utilizar o transporte público apenas pra ir até a Estação Central pra pegar o trem rumo a Innsbruck em dois dias e voltar pro hotel. Todo o restante do passeio em Salzburgo nós fizemos a pé, já que a maioria das atrações turísticas ficam uma grudada na outra.

%d blogueiros gostam disto: