Tag Archive | Londres

British Library, um lugar espetacular!

Espetacular! Essa é a única palavra que encontrei pra definir a British Library!

Pra quem não sabe, a British Library é a maior biblioteca de todo o Reino Unido. Além dos números impressionantes que compõem o seu acervo (inclusive com cópia de todos os livros impressos em lingua inglesa), o prédio também tem uma arquitetura super bonita. Mas o que me levou até não foi exatamente isso.

Árvore Anne Frank, foi plantada para homenagear todas as crianças que morreram durante as guerras

Eu acabei descobrindo que dentro da Biblioteca existe uma galeria com uma exibição permanente, chamada Sir John Ritblat Gallery: Treasures of the British Library. E como o próprio nome sugere, é justamente ali que estão em exposição todos os tesouros do Reino Unido (e em menor quantidade, de outras partes do mundo também)!

A localização dentro da Biblioteca não poderia ser melhor, logo ao entrar, subindo as escadas, a galeria fica no lado esquerdo. Na porta, somos recepcionados por um guardinha que avisa: tirar fotos e usar o celular são estritamente proibidos.

Essa ‘pequena’ ala da British Library tem uma coleção impressionante! Estão em exibição coisas que datam do ano 1100 a.C, isso mesmo, a.C até o século passado!

E assim, uma boa forma que eles encontraram de tornar a visita mais agradável foi separar os assuntos por temas. Assim, existem aproximadamente 10 subdivisões, além de uma salinha especial onde estão os três últimos exemplares que restaram da Carta Magna.

Mas só pra já ir adiantando, a coleção conta ainda com o First Folio de Shakespeare, obras do escritor Irlandes James Joyce, diário de Robert Hooke (inventor do microscópio), Livros Sagrados de muitas religiões, uma carta escrita por Charles Darwin, alguns manuscritos de Freud, a primeira publicação científica de Galileo Galilei e o diário do Capitão Cook. E muito mais!

Retirado do site bl.uk

Como seria praticamente impossível querer escrever sobre tudo o que vi por lá, então, vou escrever um pouco sobre o que eu achei de mais interessante, e já aviso, não foi fácil escolher!

Pra começar a parte dedicada a música, que está dividida em duas partes: música clássica e as músicas dos Beatles. Em exibição na parte clássica estão algumas partituras de música clássica de Mozart (inclusive a sua certidão de casamento), Beethoven e Schubert, além da partitura do Bolero de Ravel. Mesmo sem entender nada, achei interessante ver tudo isso bem de perto, e o melhor de tudo, em bom estado de conservação. Eu sou suspeita em falar dos Beatles, pq adoooro a banda, tanto que fui duas vezes a Liverpool. E ter a oportunidade de ver os rascunhos de algumas das principais músicas dos Beatles foi incrível! E ao lado de cada uma dessas exibições, tem um fone de ouvido. Enquanto vemos a exibição podemos escutar uma musiquinha. Achei legal!

Outra parte que eu tava muito ansiosa pra ver era a que mostrava o caderno de anotações dos estudos de Leonardo da Vinci. Ele usava uma tecnica, no minimo estranha, pra tentar evitar que as pessoas roubassem suas idéias. Em resumo, a técnica se baseia em, tudo o que ele escrevia era escrito de trás pra frente, assim, quando a página do livro fosse colocada na frente de um espelho, era possível entender o que estava escrito ali. Não sei como ele conseguia. O cara era um gênio mesmo!

O local onde estão em exibição alguns mapas também é bem interessante. Existem mapas que datam do século 12, por exemplo. Ainda podemos ver um mapa-mundi que data do século 14, por exemplo. Mas o mapa que eu mais gostei, é o que mostra como era Londres antes e depois do grande incêndio que aconteceu em 1666.

Ainda podemos ver os manuscritos do livro de Lewis Carroll, Alice no País das Maravilhas. Sem falar que junto, estão expostos outros versões em diversos idiomas que foram inspiradas na orginal.

E não menos interessante, mas talvez pra nós brasileiros, uma das partes menos importante, é visitar a salinha onde está em exibição a Magna Carta. Mas, eu fui la mesmo assim, só de curiosa mesmo. E ao ver que ‘uma coisa’ que foi escrita em 1215, ainda conseguiu se preservada, é realmente inacreditável! Pra quem não sabe, a Magna Carta é uma espécie de primeira constituição do Reino Unido. De todas as leis que foram escritas naquela época, acreditem, quatro delas ainda estão em vigor até hoje!!

E pra terminar, achei um videozinho que fala um pouco sobre a Biblioteca, e os tesouros que lá estão guardados!

Ah, para ajudar na preservação de tudo o que está exposto ali, a temperatura e a luminosidade são controladas. E ainda tem uma livraria com lojinha de souvernis dentro do prédio, logo ao lado da entrada principal.

A British Library fica na 96, Euston Road, NW1, London. Ao lado das estações de King’s Cross e St Pancras International. Abre todos os dias, inclusive em feriados e a entrada é gratuita (e a internet wi-fi tbm)!

Anúncios

Heathrow Express: do Aeroporto de Heathrow até o centro de Londres

O aeroporto de Heathrow é o principal aeroporto de Londres e o maior aeroporto do Reino Unido. Certamente quem vem do Brasil com voo direto vai desembarcar nesse aeroporto.

As opções de transportes públicos entre o aeroporto e o centro de Londres são muitas, mas a melhor opção, a mais rápida e consequentemente a mais cara, com certeza é o Heathrow Express. São apenas 20 minutos, cronometrados (partindo da Estação do Terminal 5)!

Pra começar, podemos comprar o ticket pela internet ainda quando estamos em casa. Também é possível comprar diretamente no aeroporto, tanto nas máquinas como em guiches de atendimento (normalmente com uma fila gigante!). Eu sempre dou preferência pra comprar tudo pela internet, o que tiver venda online, lá to eu comprando, assim eu não perco tempo durante a viagem! Sem falar que pra comprar no site é bem simples.

A primeira vez que eu utilizei o Heathrow Express, foi numa das várias viagem que fiz entre Edimburgo e Londres.

O que é importante saber:

– o bilhete comprado pela internet é mais barato do que o bilhete comprado no guiche do aeroporto, que consequentemente são mais baratos do que comprar o bilhete dentro do trem;

– o trem parte do aeroporto e/ou da estação de Paddington a cada 15 minutos;

– dentro do aeroporto de Heathrow existem duas estações de trem, a Estação Central que serve os terminais 1 e 3, e a Estação Terminal 5;

– o trem tem duas classes, a ‘First Class’ e a ‘Express Class’ (segunda classe). Então, na hora de entrar no trem, é bom cuidar, pq cada vagão tem sua classe especifica;

– o trem é direto, saindo da Estação do Terminal 5 (como foi o meu caso), so tem uma parada na Estação Central, que serve o terminal 1 e 3. Mas depois de sair do aeroporto, o trem não faz mais nenhuma parada no meio do caminho;

– uma vez dentro do trem, 20 minutos depois estamos desembarcando no centro de Londres. Mais rápido que isso, impossível!

No aeroporto, após o desembarque e retirada das malas, é só seguir as plaquinhas que indicam ‘Trains’. Na área de desembarque, vai haver tanto os guiches como as maquinas para comprar o ticket, se ainda não tiver comprado pela internet.

Próximo passo é se dirigir para a estaçao de trem que fica dentro do aeroporto, que está localizada no subsolo. Tem que pegar um elevador para chegar até lá!

Os trens são novíssimos, super confortáveis e com espaço específico para colocar as malas.

Poucos minutos depois que trem parte da estação, os fiscais passam para conferir os tickets.

Pra ir do centro de Londres (Estação de Paddington) até o aeroporto, o trem tem plataformas especificas pré-definidas dentro da estação, que são as plataformas 6 e 7. É bem fácil achar, pq está tudo muito bem sinalizado.

Obs. 1: O horário do trem inicia as 5:05 da manhã e o último trem parte as 23:42 da noite.

Obs. 2: tem internet wi-fi gratuita dentro do trem. Eu testei rapidinho e funciona. Não é suuuuuper rápida, mas dá pra checar os emails e o facebook tranquilamente durante o deslocamento até o centro da cidade.

Olimpíadas em Londres – As Lojas

Ano passado quando cheguei em Londres pra começar a segunda parte do meu intercâmbio, reparei que algumas coisinhas tinham mudado no aeroporto. No segundo andar do Terminal 5 do Heathrow, bem perto da escada rolante, costumava ter uma lojinha da Sony, que agora não existe mais.

O que vemos ali é uma enooooorme loja vendendo artigos para as Olimpíadas, chamada de ‘The London 2012 Shop’. A princípio achei que era só nesse aeroporto, por ser o maior do país e ser a principal porta de entrada/saída para o Reino Unido.

Heathrow – Terminal 5

Que nada! Essa lojinha existe em todos os aeroportos do país e ainda existem mais algumas espalhadas por todo o Reino Unido.

Heathrow – Terminal 3

Então, quem vai ter a sorte de assitir as Olimpíadas lá em Londres (o que não é o meu caso!), certamente vai encontrar uma pelo caminho.

Mas pra quem vai ficar aqui no Brasil, e quiser uma lembrancinha das Olimpíadas, dá pra comprar através do site oficial do evento várias coisinhas legais.

A gente nem imagina o tanto de coisas que existem com o logo das Olimpíadas, isso sem contar as novidades que foram criada especialmente para o evento.

Os mascotinhos – Wenlock (Jogos Olímpicos) e Mandeville (Jogos Paraolímpicos) – são os mais procurados. As camisetas também! Os imãs de geladeira, chaveiros e canecas também são boas opções. Mas ainda existem tem muitas outras opções, é só entrar no site!

Os meus preferidos, depois dos mascotinhos, são as almofadas. Gostei também dos posters e das toalhas (que são uma boa opção pra usar como toalha de praia)!

E como o assunto são as lojinhas, acabei descobrindo mais algumas. Ontem quando tava procurando informações sobre o bondinho que inagurou essa semana lá em Londres, vi que no site da TFL (Transport for London, responsável por todos os meios de transporte da cidade) tbm tem uma parte dedicada para comprar souvenirs em geral, mas tem uma opção que direciona direto para as Olimpíadas. Tem bastante coisa interessante! Inclusive, pra quem tiver muuuuita libra sobrando, dá pra personalizar a sua própria placa de rua, é só clicar aqui pra ver o tamanho do susto, ops, quer dizer, pra ver como é o procedimento para ter uma também.

Ainda tem mais, o Visit Britain, site oficial do país, também tem a sua lojinha. Dá pra comprar online também.

E nem o maior shopping da Europa ficou de fora, no Westfield Stratford City Shopping Centre também tem a sua lojinha. Ela fica na parte externa do prédio principal. Tem bastante coisinha legal também por lá. Tem uma parte especial dedicada ao British Team, ou seja, com produtos especiais para os torcedores britânicos.

Em outras cidades do Reino Unido, os produtos podem ser encontrados na John Lewis, todas as cidades tem uma. Então, não tem desculpa!

Londres vista do topo da Catedral de St Paul

Nessa nossa viagem a Londres, um dos únicos lugares que minha mãe fez questão de voltar foi a Catedral de St Paul. Saindo da nossa visita ao HMS Belfast, ainda continuava aquela chuvinha fraca sem graça, mas mesmo assim, resolvemos atravessar o rio Tâmisa e seguir até o coração da cidade, a The City.

A Catedral é um dos melhores lugares, depois da London Eye para ver Londres do alto e de todos os ângulos. O que muita gente não sabe, que ao comprar o ticket, junto com o valor do ingresso podemos visitar a cúpula da Catedral, que rende ótimas fotos da cidade!!

Por lei, nada ameaça a vista que o topo da St Paul proporciona, já que não é permitido nessa área que nenhuma construção ultrapasse a altura da Catedral de St Paul.

Quando falamos na Catedral de St Paul, é impossivel não mencionar Sir Christopher Wren, que foi quem projetou a Catedral na forma como conhecemos hoje em dia, já que em 1666 no Grande Incêndio que devastou boa parte de Londres, deixou também a catedral completamente destruida.

Em seu projeto, Wren incluiu as 3 cúpulas, que hoje em dia se destacam no centro financeiro da cidade. A cúpula central é a segunda maior do mundo, e do alto dos seus 111 metros vemos Londres por inteiro!!

Mas para chegar até lá, é preciso subir mais de 530 degraus, e haja folego, apesar dos degraus não serem tão estreitos como na maioria das Catedrais que visitamos na Inglaterra, eles são muitos!

A primeira parada é na cúpula interna, chamada de Galeria dos Sussurros, que fica exatamente na metade do caminho, e dá uma boa visão da parte interna da Igreja, mas infelizmente não é permitido bater fotos dentro (tem um guardinha fiscalizando o tempo todo), então só indo lá pra ver!! Mas o nome da Galeria pode parecer estranho, mas esse nome tem uma certa lógica, pois a acústica é tão perfeita que dizem que se alguém estiver sussurrando do outro lado do domo, é possível ouvir.

A ultima parada é a Golden Gallery, onde fica a cúpula central da Catedral. No alto dos seus mais de 90 metros de altura é de onde temos uma das melhores vistas de Londres, e isso quer dizer que a London Eye estará incluida na foto!!

Então, fica a dica, uma vez em Londres, é simplesmente imperdível ver a cidade do alto do domo principal da Catedral de St Paul!!

Me despedindo de Londres!

Como eu fiz praticamente todos os meses deste ano, desde que voltei pra Edimburgo em abril, eu fui pra Londres passar mais um final de semana. Já disse e não canso de repetir que se pudesse morar lá teria coisas pra fazer todos os dias do ano e sem nem precisar me preocupar em repetir.. mas como a realidade não é essa, então eu me contento (facinho) com penas um final de semana!!

Westfield Stratford City Shopping Centre, o maior e mais novo shopping de Londres e da Europa!

Dessa vez eu escolhi como roteiro conhecer lugares tanto novos pra mim quanto pra cidade de Londres!

Onde fica a Praça de alimentação

Fui de Easyjet e pela primeira vez parei no Aeroporto de Stansted. Achei bem moderninho e super fácil de se localizar. Tem apenas um andar, onde acontecem o check-in, as chegadas e as partidas.

Estádio Olímpico de Londres, visto do Westfield Stratford City Shopping Centre

O roteiro ficou assim:

– sexta-feira: cheguei em Londres as 18:30, peguei o Stansted Express até o Centro de Londres, que para na Estação de Liverpool Street, como a noite tava super agradável, resolvi ir caminhando pela margem do Tamisa até Galeria Nacional e fui jantar no Yo! Sushi. Pra fazer a digestão, fui caminhar pela Regent St, ver a decoração de Natal!! Coloquei crédito no meu Oyster Card e fui pro Hotel.

Decoração de Natal na parte externa do Shopping

Decoração no outro corredor da parte externa

– sábado: retirei a passagem nas máquinas na Estação de London St Pancras e fui até Stratford para conhecer o mais novo Shopping de Londres, o Westfield Stratford City Shopping Centre e junto, acabei conhecendo o Complexo onde vai acontecer as Olímpiadas de 2012. Voltei pro centro de Londres e fui caminhar na Regent St e na Oxford St, além de caminhar de loja em loja, fui ver a decoração de Natal e pra terminar, ainda tive tempo pra uma passadinha pela Selfridges. Jantei no restaurante italiano Prezzo.

Decoração de Natal na Oxford St

– domingo: como algumas linhas do metro e o trecho entre Liverpool St Station e o Aeroporto de Stansted estavam em manutenção, só tive tempo de ir caminhar pelo Hyde Park e logo fui me aventurar no metro, pq eu tive que fazer A manobra pra conseguir chegar na Estação de Liverpool St. Cheguei em cima da hora.. e fui de busão da National Express até o Aeroporto de Stansted.

Decoração na Oxford St

Tudo era novidade pra mim, tanto o Aeroporto, o novo Shopping, caminhar em todos os cantos do Hyde Park, mas pra Londres, pra Europa e pro resto do Mundo… somente o Westfield Stratford City Shopping Centre é novidade!

E foi assim que me despedi de Londres, pois a próxima vez eu só vou fazer conexão no Heathrow pra ir embora pro Brasil!! =(

%d blogueiros gostam disto: