Arquivo | Estônia RSS for this section

Detalhes de Tallinn

Resolvi fazer um post especial sobre um detalhe que não passa batido quando estamos caminhando pelas ruas em Tallinn.

Todas as lojas, restaurantes e mercadinhos, mantiveram essas caracteristicas da época medieval da fachada de seus estabelecimentos, onde as figuras descrevem exatamente o que é vendido ali ou que serviço é prestado naquele lugar…

Biblioteca

Farmácia

Loja

Café

Artesanato

Restaurante

Pretzel

Queijo

Casa de Chá

Anúncios

A pequena Tallinn

Durante todo o ano de 2011, Tallinn (junto com Turku, na Finlândia) foi a Capital Européia da Cultura. O evento, trouxe um pouco mais de destaque não só a capital, mas para o país e tudo o que está relacionado ao Báltico também!

Estônia

A Estônia é um dos países Bálticos, e assim como a Letônia e Lituânia, conseguiram sua Independência da Rússia a pouco tempo, em 1991.

Um dos 6 portões de acesso a Cidade Antiga de Tallinn

Tallinn, com apenas 400 mil habitantes, é uma daquelas cidades que parece ter parado no tempo. As muralhas que protegem a Cidade Antiga, se mantiveram exatamente igual como eram a mais de 800 anos atrás, quando a cidade ainda era uma vila de pescadores, e as muralhas os protegiam do ataque dos inimigos de países vizinhos.

As muralhas

Duas das 26 torres que restaram

A entrada principal da Cidade Antiga ainda é feita pelo Portão Viru e andar pelas suas ruas estreitas e feitas de pedra, deixa a impressão de que estamos literalmente voltando no tempo por algumas horas..

...

Para se locomover pela cidade é super fácil.. Pikk é a principal rua da cidade.

A principal rua da cidade

Como todas as cidades da Europa, Tallinn não fica pra trás e também tem várias igrejas espalhadas pela cidade, e uma das mais visitadas é a Igreja de São Olaf, com apenas uma torre de 124 metros, é a mais antiga da cidade, e foi construida ainda em 1264. A Igreja recebeu esse nome, em homenagem ao Rei da Noruega Olaf II.

Igreja São Olaf

...

Caminhando “sem direção” entre suas ruas, acabei chegando em um Parque e dali, segui para a parte alta da cidade..

...

...

A primeira parada obviamente tinha que ser na Catedral Ortodoxa Russa Alexander Nevski com seus domos pretos com forma de cebola, que ficam no alto de uma colina, é impossível não ver.

Catedral Ortodoxa Russa Alexandre Nevsky vista dos fundos

Os domos pretos e os detalhes perfeitos!

Como todas as demais Catedrais em estilo ortodoxo russo que visitei,  essa também é muito bem trabalhada e seus detalhes são super bonitos!

Catedral Ortodoxa Russa Alexandre Nevsky

Bem em frente a Catedral, fica o Parlamento da Estônia, que está localizado no antigo Castelo de Toompea. Ainda é possível ver 3 torres que permaneceram intactas, sendo a principal delas, a Torre Pikk Hermann, onde está hasteada a bandeira do país.

Parlamento da Estônia

Do lado do Parlamento tem um pequeno jardim…

Jardim ao lado do Parlamento e uma das torres que restou do Castelo de Toompea

Andando pelas ruas da parte alta da cidade…

Muitas casas antigas e mal conservadas

passei por outras Igrejas tão ou mais bonitas quando as que visitei, também passei por muitas Embaixadas..

Igrejas por todas as partes

e até que por acaso cheguei numa espécie de mirante, de onde consegui uma das minhas melhores fotos da cidade. Tallinn do alto é ainda muito mais bonita!!!

Tallinn

Ainda tive tempo para conhecer a Raekoja plats, a praça principal da cidade, e é onde está a Prefeitura de Tallinn. A prefeitura tem uma torre de mais de 60 metros de altura, e que pode ser vista de praticamente todos os lugares.

Raekoja Plats

A torre da Prefeitura e o Mercadinho de Natal

Barraquinhas vendendo comida, roupas, decoração de Natal

E é justamente ali, ao redor da Prefeitura que acontece todos os anos o Mercado de Natal da cidade. Além de lojinhas e barraquinhas de comida, esse ano tinha até uma Casa do Papai Noel e um cercadinho com duas Renas, levei o maior susto ao ver que elas eram de verdade! =)

Casinha do Papai Noel

Rena, no mercadinho de Natal

Portão Viru

Obs.: a moeda local é ainda a Coroa Estoniana (EEK), mas o Euro é aceito em quase todos os lugares, tranquilamente!

De Helsinki a Tallinn de barco!

Para quem está em Helsinki, um passeio altamente recomendado é fazer um mini cruzeiro até a capital da Estônia, Tallinn!

As duas capitais são separadas pelo Golfo da Finlândia com distância de apenas 82 km, ou seja, a viagem pode levar entre 1 hora e 30 minutos, 2 horas ou passar de 3 horas e 30 minutos, dependendo da empresa escolhida para fazer a travessia.

O barco era esse amarelão, da empresa Tallink Silja

Eu acabei escolhendo a Tallink Silja (modelos de barco Star e Superstar), por fazer o trajeto de forma rápida com duração de 2 horas, e por ter as melhores opções de horários para o que eu conseguisse aproveitar melhor o dia de inverno em Tallinn.

Os barcos dessa empresa partem do West Terminal Helsinki. Quando eu estive lá em dezembro de 2011, o terminal estava sendo ampliado, com isso as obras deixam o trajeto até o próprio Terminal um pouco confuso.

...

Uma coisa que eu não sabia e acabei descobrindo só quando comecei a pesquisar sobre travessias de barco, é que o esquema é muito parecido com o que já estamos acostumados nos aeroportos. Sendo assim, é necessário:

Chegar com pelo menos 40 minutos de antecedência;

Máquinas para fazer check-in

Fazer check-in, que pode ser feito tanto em máquinas self-service como nos guichês com as atendentes. Como eu fiz o check-in nas máquinas, é preciso ter em mãos o cartão de crédito usado na hora da compra, o código da reserva e o “Your Self Terminal Code” composto de quatro números que são enviados no email de confirmação de compra;

Muito simples fazer o check-in nas máquinas

Passar por uma espécie de controle de tickets antes de ter acesso a área de embarque;

Controle dos tickets de embarque

Checar qual vai ser o portão de embarque;

Portão de embarque

O trajeto entre o setor de controle de tickets até a porta do barco é um pouco longe, em torno de uns 10 minutos;

Na porta do barco devemos mostrar o ticket novamente.

...

O ticket pode ser comprado online e o preço vai depender do que for escolhido. Eu optei pelo pacote “Day Cruise” com ida e volta no mesmo dia por 37,00 euros (mas existem outras opções como route trip ou hotel trip).

...

Por ser a minha primeira vez num barco desse tipo, preferi escolher a tarifa mais simples, sem acesso a cabine ou business lounge. E na minha opinião escolhi bem, pois tanto na ida como na volta, não sentei um minuto sequer, fiquei circulando pra lá e pra cá, tirando fotos, vendo as coisas no free shop, e é claro, nem vi o tempo passar!

Indicação dos andares

Os unicos três andares que dá pra circular livremente

Tanto o barco da ida, como o da volta tinham no total 9 andares, mas em apenas 3 desses andares era possível circular.

Doces em geral

Um dos andares tinha um free shop enoooorme, dividido em 3 partes: uma Loja de Cosméticos, o Food Market (com muitas opções de queijos, molhos tradicionais, embutidos, temperos..) e o Free Shop propriamente dito, que nesse barco era chamado de “Supermercado”, com tantas opções que parecia até mesmo um supermercado realmente. As maiores alas eram de chocolates, bebidas alcoolicas e cigarros.

Bebidas

Muitas opções

E nos outros 2 andares, metade ficavam os bares e restaurantes e outra metade as cabines e suites (opção para quem quer mais privacidade e pq não, também tirar um cochilo).

As cabines

Para se situar nas cabines

Ainda há opção de ficar no Deck, se não tiver chovendo e ventando muuuuuuito, dá até pra aproveitar (o que não foi o meu caso, na ida o mar tava muito mexido e na volta já era noite, ou seja, sem fotos pra contar história)!

Avisos

A chegada em Tallinn acontece no Terminal D, bem perto da saida do Porto, então, para chegar até a cidade, foi só atravessar uma Praça e em menos de 10 minutos eu estava atravessando um dos portões que dão acesso a Cidade Antiga de Tallinn!

O desembarque acontece no Terminal D, em Tallinn

Obs.: na ida, como estava chovendo e com bastante vento em Helsinki, o mar estava bem mexido e sinceramente? Fiquei até um pouco enjoada! Para quem enjoa fácil, é bom levar isso em consideração!

Obs.: internet wi-fi disponível em todo o barco, sem custo e o melhor, funcionou todas as vezes que utilizei!

Finlândia (Helsinki + Lapônia) e Estônia

Um certo dia, assistindo ao Jornal do Almoço, vi uma reportagem sobre um concurso realizado pela rede RBS TV, e o prêmio: uma viagem para a Lapônia!!! Desde então, mesmo quando eu ainda estava sonhando em fazer o tal intercâmbio, um destino eu tinha certeza que iria conhecer: Finlândia!

Finalmente essa viagem aconteceu, digo “finalmente”, pq até ela de fato acontecer tem muita história!!!

Helsinki

Chegando em Edimburgo, em agosto de 2010, uma das primeiras coisas que fiz foi comprar a passagem pra Helsinki. As opções partindo da Escócia não eram muitas, e nenhuma empresa operava voo direto, então o que me restou foi escolher se faria escala em Londres ou em Copenhagen. Não tive a menor dúvida, e acabei escolhendo Londres, comprando todos os trechos com a British Airways.

Quem acompanhou o caos que a nevasca inesperada causou em todo o Reino Unido em dezembro de 2010, deve lembrar que o Aeroporto de Heathow ficou fechado por quase uma semana.

Mas o que tudo isso tem a ver com a minha tão sonhada viagem a Finlândia? TUDO!! Essa nevasca aconteceu exatamente na semana que minha viagem estava marcada, ou seja, voo cancelado, e sem a menor chance de chegar até Londres, quem diria até Helsinki.

Acabei me conformando, que talvez não fosse a hora ou que talvez a Lapônia ainda fosse um destino muito “cru” (sem muitas informações), ou que talvez q minha viagem não seria tão legal como eu imaginava, ou que talvez a melhor opção teria sido a Dinamarca, ou que simplesmente, eu não tive sorte. Em resumo, o sonho apenas foi adiado!

Tallinn

Em abril do ano passado, depois de renovar o visto e voltar à  Edimburgo, a primeira coisa que fiz: comprar a passagem pra Helsinki novamente, mas dessa vez com a Finnair, empresa da Finlândia (e comecei a rezar pra que a neve não atrapalhasse os meus planos, é claro! Os 10 meses de reza funcionaram hehehe)

Em 11 de dezembro de 2011, embarquei para Helsinki, finalmente!

E o roteiro ficou assim:

– Edimburgo, escala (de muitas horas – no minimo umas 6 horas – pra não correr nenhum risco) no Aeroporto de Heathow (Terminal 3), em Londres (que foi alterado de ultima hora) e Helsinki;

– 3 dias em Helsinki,

– 1 dia em Tallinn (que está inclído nos dias em que fiquei em Helsinki);

– 4 dias na Lapônia;

– 1 dia em Helsinki, somente pra dormir e no outro dia pegar o voo de volta pra Edimburgo.

Lapônia

A idéia de incluir a Estônia no roteiro, veio por influência da minha vizinha, que morou 1 ano na Finlândia e disse que Tallinn (assim como São Petersburgo)  era im-per-dí-vel! No ínicio até achava que seria impossível encontrar informações pra chegar lá, de barco, como ela tinha me sugerido. E pra minha surpresa, eu estava completamente enganada, achei 3, 4 ou até mais blogs que descreviam exatemente tudo o que eu precisava pra chegar até lá!

A Finlândia é um destino extremamente caro (comparado com os demais países nórdicos, talvez fique bem próximo da Noruega), principalmente quando se inclui a Lapônia.

Mas sonho é sonho, e de que vale a vida se não realizarmos os sonhos, não é mesmo?!?!?!

%d blogueiros gostam disto: