Arquivo | Salzburgo RSS for this section

Áustria: O tradicionalíssimo Café Sacher

Aquela famosa frase “Ir a Áustria e não ir ao Café Sacher provar uma Torta Sacher é o mesmo que…. vir ao Brasil e não provar um churrasco ou uma feijoada”, é o melhor inicio que eu poderia dar a esse post! E é isso mesmo! Eu até arriscaria a dizer que Torta Sacher é sinonimo de Áustria, não?

Hotel Sacher de Salzburgo

Hotel Sacher de Salzburgo

Pois bem, nós não fomos apenas uma vez lá, nós fomos pelo menos umas quatro vezes! E olha que não to exagerando.

Café Sacher de Salzburgo

Café Sacher de Salzburgo

Como todo mundo sabe o Hotel Sacher, o Café Sacher e a Torta Sacher são praticamente uma atração no país.

Café Sacher em Innsbruck

Café Sacher em Innsbruck

Pra ter uma idéia, essa história toda começou no final do século 19 quando foi inaugurado o primeiro Hotel Sacher do mundo em Viena. Em consequencia disso, surgiu o Café Sacher, que na verdade acabou ganhando fama quando Franz Sacher criou a famosa Torta Sacher.

Vitrine do Café Sacher de Salzurgo - Torta Sacher pronta pra levar pra casa

Vitrine do Café Sacher de Salzurgo – Torta Sacher pronta pra levar pra casa

Mas nem só de torta sacher vivem os quatro Cafés Sacher da Áustria (em Viena, Salzburgo, Innsbruck e Graz). Além do café, ainda existem os restaurantes.

Café Sacher de Viena

Café Sacher de Viena

Durante os 9 dias que estivemos na Áustria, nós tivemos a oportunidade de conhecer três deles em cada uma das cidades que passamos (exceto o de Graz).

O primeiro que conhecemos foi o Café Sacher de Innsbruck, no dia que fizemos um day trip pra lá. Esse café fica junto ao Palácio Hofburg, então é bem fácil de achar.

sacher 04_1024x700

sacher 05_1024x672

Como esse foi o nosso primeiro dia em solo austíaco, aproveitamos pra provar tudo o que tinhamos direito relacionado a comida típica de lá. Pra começar, uma sopa de legumes/sanduíche, em seguida o prato principal (que não poderia ser outro), um schnitzel e pra finalizar o almoço, a primeira torta sacher da viagem.

sacher 09_1012x768

sacher 10_1024x721

sacher 11_1024x741

Mas afinal, a torta sacher é tudo isso mesmo que dizem por ai? Pra quem não sabe, segundo pesquisas que fiz na internet, a torta é feita de chocolate meio amargo, com recheio de damasco e pra acompanhar, um pouco de chantily. A torta é boa, mas não é tuuuuudo aquilo, isso pq eu não gosto de damasco e nem de chantily, mas pelo menos dá pra ver que eles tem o cuidado de sempre servir a torta feita no dia. Ok, eu não sou muito parâmetro.

sacher 13_1024x737

No dia que ficamos em Salzburgo, aproveitamos pra conhecer um dos restaurantes do Hotel Sacher durante o almoço, o Salzach Grill.

sacher salzburgo 02_1024x679

sacher salzburgo 12_1024x689

sacher salzburgo 6_1024x729

Além de servirem os pratos mais típicos do país, também são servidos pratos a base de peixe e frutos do mar, além de hamburguer. Aproveitamos também pra provar mais algumas cervejas austriacas, que por sinal, são muito boas.

sacher salzburgo 7_1024x733

sacher salzburgo 14_1024x767

E a noite, antes de assistirmos o concerto na Sala de Mármore do Palácio Mirabell, aproveitamos pra fazer um lanchinho rápido no Café.

sacher salzburgo 21_1024x708

sacher salzburgo 23_1024x738

sacher salzburgo 29_1024x711

sacher salzburgo 25_1024x679

IMG_0516_1024x639

Bom, de todos os cafés/restaurantes que fomos, esses foram os que mais gostamos. O atendimento foi excelente, os garçons eram bem simpáticos e prestativos. E a decoração era bem menos clássica e formal. A comida era muito boa.

Apfelstrudel

Apfelstrudel

IMG_0514_1024x679

Já o Café Sacher de Viena está localizado junto ao Hotel Sacher, numa das áreas mais nobre da cidade. De todas as opções de restaurantes/cafés que existem no hotel, esse é o único que recebe os clientes com trajes informais.

sacher viena 06_1024x706

Nos fomos jantar lá uma noite pq estavamos ali perto e também pq conseguimos chegar num horário que não tinha fila. Pra ter uma idéia, no dia anterior passamos por ali pra ir assistir o ballet Quebra Nozes na Wiener Staatsoper e a fila estava gigaaaante.

sacher viena 03_1024x723

A nossa experiência no Café Sacher de Viena foi meio desanimadora. Logo que chegamos, na entrada um garçom nos orientou a deixar nossos casacos na recepção e depois disso? Nós ficamos mais de 20 minutos parados ali na entrada aguardando ele voltar pra nos encaminhar a nossa mesa. Depois que nós sentamos, o pedido demorou séculos pra chegar, mas ao menos estava tudo bem feitinho. Não pedimos entrada e nem sobremesa, só o prato principal mesmo e fomos embora. Se nós tivessemos ido só no Café Sacher de Viena, com certeza teria sido decepcionante!

Os jardins e uma Apresentação de Música Clássica no Palácio Mirabell

Salzburgo tem inúmeras atrações que podem facilmente ser classificadas como “cartão postal” da cidade e o Palácio Mirabell com toda a certeza é uma delas. De todas as principais atrações turísticas de Salzburgo, esse palácio e uma das casas de Mozart, são as únicas que ficam na parte chamada de Cidade Nova.

m13_1024x709

IMG_0486_1024x764

No início do século 17, Wolf Dietrich von Raitenau, mandou construir esse palácio em Salzburgo para demonstrar todo o seu amor por Salomé, que veio a se tornar sua esposa e com quem teve 10 filhos. Mas não foi essa história de amor que fez com que o Palácio Mirabell ficasse mundialmente conhecido.

IMG_9753_1024x556

m10_1024x654

A verdadeira razão foi devido as filmagens do musical A Noviça Rebelde. Foi nos jardins do palácio que uma das cenas mais importantes do filme foi gravada: as crianças Von Trapp cantando e dançando a música Do Re Mi em volta da fonte de Pegasus. Reconheceu?

m9_1024x698

m4_1024x742

Pra quem vai até lá achando que vai ser possível visitar o interior do palácio, está muito enganado. Infelizmente não é possível. Atualmente o palácio abriga algumas repartições públicas e o gabinete do prefeito de Salzburgo.

m5_1024x693

m8_998x768

IMG_9894_1024x630

Mas então o que a gente foi fazer lá? Além de ver os detalhes da fachada em estilo barroco do palácio, nós aproveitamos pra visitar os seus jardins também. Das escadarias que dão acesso ao jardim é de onde se tem uma das melhores vistas do Centro Antigo de Salzburgo, com a Fortaleza Hohensalzburg dominando a paisagem. Só por essa vista, já valeu o passeio!!

IMG_9772_1024x683

m2_1024x704

DSC00834_1024x714

Os jardins por si só valem a visita, mas eu achei que ele ganhou um destaque em especial por causa das cores do outono. Ah, também não posso deixar de mencionar as estátuas que enfeitam o jardim, uma mais bonita e impressionante que a outra.

IF

m18_1024x717

m20_886x768

m21_1024x688

Mas sabe aquela história que eu comentei no inicio do post de que não era possível visitar o palácio? Pois então, eu não sosseguei enquanto não descobri um jeitinho. Na verdade, como meus pais queriam assistir algum concerto de música clássica na terra do Mozart, a tarefa acabou se tornando moleza.

m3_1024x768

Regularmente, durante o ano todo, sempre as 20:00 da noite, acontecem apresentações de música clássica no Palácio Mirabell.

m1_1024x768

É altamente recomendado comprar os ingressos antecipadamente, pois o número de cadeiras é pequeno e quase sempre está lotado, tanto de locais como de turistas.

m28_1024x768

Encontrar a entrada correta para ter acesso a Sala de Mármore não foi tarefa fácil, mas depois de uns 5 minutos procurando, finalmente encontramos uma pessoa que pode nos dar essa informação.

m15_1024x768

m20_1024x768

IMG_0027_1024x683

Desde a entrada, tudo impressiona, mármore por toda parte, inclusive toda a decoração nas paredes, nas escadas e as estátuas, absolutamente tudo é esculpido em mármore. Vale muito a pena fazer como nós fizemos: chegar com pelo menos uns 40 minutos de antecedência, pq há muitas coisas a serem fotografadas!

IMG_0523_1024x768

Um dos grandes destaques do palácio, juntamente com a Sala de Mármore, é escadaria com anjos esculpidos. São muitos e todos foram esculpidos com uma riqueza de detalhes, que é dificil parar de fotografar.

m16_1024x768

A Sala de Mármore está localizada no terceiro andar do Palácio Mirabell, essa sala sempre foi usada para concertos, desde a época em que Wolf Dietrich von Raitenau morou no palácio. Mozart também se apresentou ali e como se não bastasse todo esse histórico, esse salão ainda tem a fama de ser considerado um dos mais bonitos da Europa. E realmente ele merece todos os adjetivos e elogios que li por aí. A sala é feita inteiramente de mármore e os detalhes são perfeitos.

m17_1024x768

IMG_0531_1024x768

m35_1024x768

Por volta de uns 30 minutos antes de começar a apresentação, já é possível entrar e escolher o lugar, pois os assentos não são marcados.

IMG_0033_1024x683

IMG_0055_1024x683

IMG_0045_1024x683

Pontualmente no horário marcado (20:00), as portas da Sala de Mármore foram fechadas e as artistas foram chamadas ao palco.

m44_1024x768

m42_1024x768

m40_1024x768

Nem preciso dizer que o repertório, segundo a opinião dos meus pais, estava perfeito. Todas as principais composições de Mozart, Strauss e Schubert foram tocadas. Foi uma oportunidade de fazer uma programação bem diferente do que estamos acostumados. Recomendo muito, muito mesmo!

IMG_0001_1024x683

Ah, já estava esquecendo de dois detalhes importantes: não é obrigatório usar trajes mais formais e a apresentação dura um pouco mais de 1 hora, com um intervalo de 10 minutos.

Salzburgo, a cidade de Mozart

Salzburgo se tornou um dos destinos mais populares da Áustria e muito se deve ao seu morador mais ilustre, Wolfgang Amadeus Mozart. Tudo na cidade gira em torno dele, desde estátua na pracinha da Cidade Antiga até as vitrines das lojas de souvenirs. Além disso, devido as filmagens do musical “A Noviça Rebelde”, Salzburgo passou a atrair ainda mais turistas nas últimas décadas.

DSC00871_1024x688

A maioria das principais atrações turísticas de Salzburgo ficam na Altstadt, o Centro Antigo da cidade, que em 1996 foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco.

IMG_9956_1024x619

Dominando a paisagem está a Festung Hohensalzburg, uma fortaleza que está localizada no alto de uma colina, bem no centro de Salzburgo. Para chegar lá no alto, existem duas formas: caminhando ou pegar o funicular. É possível comprar o ticket avulso ou combinado (visita a fortaleza + funicular). Nos optamos por comprar o ticket combinado e subimos de funicular.

DSC00764_936x768

IMG_9704_1024x681

A fortaleza começou a ser construída no final do século 11, mas ao longos dos próximos séculos sofreu algumas modificações. Ela foi construída para proteger a cidade, pois devido a sua localização privilegiada, permitia que os austríacos tivessem uma visão mais vantajosa para se defender dos inimigos.

SONY DSC

SONY DSC

Os dois grandes destaques da fortaleza são: os seus museus e a vista lá do alto, que permite ver praticamente toda a cidade lá do alto.

SONY DSC

s14_1024x651

A visita ao museu é feita em grupos e com o audioguia, porém um guia nos acompanha boa parte do trajeto. Nos podemos conhecer através da exposição de alguns objetos (armaduras, canhões, armas, roupas) um pouco da história da cidade e do país. Também temos acesso aos aposentos dos arcebispos que moraram ali e ainda, também podemos visitar um pequeno museu de marionetes.

SONY DSC

IMG_9648_1024x663

SONY DSC

Mas sem dúvida o grande destaque da Fortaleza é a sua parte exterior, feita de um mix de estilo, pois várias partes foram anexadas a estrutura original ao longo do tempo. A vista  lá do alto dispensa qualquer comentário e é uma ótima oportunidade de ver Salzurgo e o belíssimo rio Salzach lá do alto.

SONY DSC

IMG_9699_1024x635

Saindo da fortaleza, nossa próxima parada foi na Salzburger Dom ou Catedral de Salzburgo, considerada a principal igreja da cidade, seu estilo barroco e suas cúpulas de cor verde água podem ser vistas de praticamente todas as partes da cidade.

s4_993x768

IMG_9715_1024x667

Apesar de ter sofrido danos durante o período de ocupação nazista na Segunda Guerra Mundial, a sua restauração foi fiel ao seu projeto original. Sem dúvida, depois da Stephansdom em Viena, essa foi a catedral mais bonita que conheci na Áustria. Mas o grande destaque da Catedral, além da riqueza de detalhe da sua decoração, fica por conta de ter sido o local onde Mozart foi batizado.

S29_1020x768

S37_1024x768

Ao lado da Catedral fica a Mozartplatz, considerada uma das principais praças da cidade e como já dá pra imaginar, na sua área central fica uma estátua de ninguém menos que Mozart, claro! Nessa praça também fica o Centro de Informações Turística da cidade e ao lado tem a Confeitaria Demel de Salzburgo.

s7_1024x768

IMG_9558_1024x689

IMG_9722_1024x734

Depois de atravessar o rio para ir almoçar em um dos restaurantes do Hotel Sacher, o Salzachgrill, aproveitamos pra caminhar as margens do rio Salzach.

Aproveitando que a gente estava na região considerada a Cidade Nova de Salzburgo, nos fomos visitar as duas únicas atrações que ficam nesse lado da cidade: os jardins do Palácio Mirabell e o Mozart Wohnhaus.

IMG_9861_1024x675

Os jardins do Palácio Mirabell estão sempre abertos a visitação pública. Vale a pena caminhar por ali pra relembrar cenas do filme A Noviça Rebelde, além de ver as suas estátuas e os seus jardins super bem cuidados.

s42_1024x657

O Mozart Wohnhaus (Mozart Residence) é a residência onde ele morou entre 1773 e 1781, ano em que deixou a cidade para ir morar em Viena. A exibição principal desse museu conta um pouco da sua história e da sua família através de documentos, fotos, composições musicais que escreveu enquanto morou na cidade. Tem uma ala dedicada a mostrar um pouco da história da sua família, que conta um pouco da relação entre Mozart e sua irmã, Nannerl, as viagens em família e sua vida amorosa.

s45_1024x735

Pra quem se interessa por música clássica e gosta das composições de Mozart, esse museu oferece a possibilidade de ver de perto um piano que pertenceu a Mozart e ainda, o quadro Dance-Master’s Salon, com o retrato da família Mozart. E pra finalizar a visita, a ultima ala mostra um video-resumo da vida de Mozart. Apesar de ter duração de quase 1 hora, os 30 minutos que nós assistimos valeram muito a pena!

DSC00872_1024x691

s53_1024x736

E por fim, pra terminar o nosso passeio por Salzburgo, voltamos a Cidade Antiga. A primeira coisa que fizemos foi visitar a outra casa de Mozart, a Mozart Geburtshaus, a casa onde ele nasceu em 27 de janeiro de 1756. Se tiver que optar por conhecer apenas um dois museus relacionados a vida de Mozart, eu aconselharia a escolher esse aqui. Além de ser maior, com uma coleção mais interessante, esse museu reune um muito mais detalhes sobre tudo o que foi mais importante relacionado a Mozart.

s60_1024x703

Toda a coleção está espalhada pelos três andares do edifício, mas era no terceiro andar onde ficava o apartamento onde Mozart nasceu e morou até completar 17 anos de idade.

s61_1024x688

Os grandes destaques são os objetos que pertenceram a Mozart, como: documentos, fotos de retratos de família, partituras de musicas originais,  uma pequena mecha do seu cabelo, o violino que ele tocava quando era pequeno e o seu clavicórdio (uma espécie de piano daquela época) onde ele compos várias de suas composições, incluido a Flauta Mágica.

s65_1024x646

Depois de um dia movimentado batendo perna pra lá e pra cá em Salzburgo, resolvemos terminar o dia caminhando na Getreidegasse, a principal rua de comércio de Salzburgo e totalmente exclusiva para pedestres. É nessa rua onde estão concetrados a maioria das lojas, cafés e restaurantes da cidade.

s71_1024x707

É impossível caminhar por ali sem reparar nos letreiros de estilo medieval.. Um mais bonito que o outro, não é mesmo?

IMG_9979_1024x728

Pra terminar esse dia, nos ainda fomos assistir a uma apresentação de música clássica na Sala de Mármore no Palácio Mirabell, que será o tema do próximo post!

s76_1024x620

Obs.: Pra quem não quiser se hospedar na cidade, é totalmente possível fazer um bate volta a Salzburgo partindo de Munique (146 km de distância), de Innsbruck (fica a 165 km) e de Viena (são 315 km).

Restaurante Alt Salzburg

Salzburgo pode até ser considerada uma cidade pequena para os padrões brasileiros, mas uma coisa que não passa batido são as suas ótimas opções gastronômicas. Eu havia separado pelo menos uns 4 ou 5 opções de restaurantes pra gente conhecer. Entre eles estava o Alt Salzburg, um dos melhores restaurantes de comida típica austriaca que conhecemos nessa viagem. Aliás, uma observação: as expectativas com relação a comida austriaca em geral era grande e posso dizer que não decepcionou nenhum pouco!

IMG_9451_1024x686

Dito isso, esse restaurante fica no centro antigo de Salzburgo, bem próximo da rua Getreidegasse (a principal rua de comércio da cidade) sentido contrario de onde está a Fortaleza de Hohensalzburg.

R1_1024x747

Na noite em que fomos jantar lá, como era durante a semana, o restaurante não tava lotado, ainda bem. Nos estavamos preocupados com relação a questão de reservar mesas, mas no fim das contas deu tudo certo.

O ambiente do restaurante parece coisa de filme dos anos 60, a casa tem uma decoração bem simples, mas ao mesmo tempo muito bem enfeitada.

R2_1024x724

No cardápio, existem duas opções: pedir o menu degustação (com pratos pré-estabelecidos) ou pedir a la carte. Nos preferimos pedir a la carte, com direito entrada, prato principal e sobremesa.

R3_1024x705

R4_1024x668

As opções de entradinhas são mais lights, normalmente sopas ou cremes. Como prato principal são servidos desde o tradicional schnitzel (de vitelo) e outros pratos a base de carne de porco, tudo isso acompanhado sempre de batata. Mas pra quem não é muito fã da comida austriaca ou quer variar um pouco, existem outras opções também.

R6_997x768

Schnitzel

Schnitzel

R8_1024x752

Pra acompanhar toda essa comilança, resolvemos experimentar um vinho branco do tipo Rieslings e Grüner Veltliner, que são os mais produzidos e conhecidos no país! Muito bons!

As opções de sobremesas não eram muitas (3 apenas), mas o grande destaque da noite foi o “Variety of desserts Alt Salzburg” e “Creme brulée with mangoragout and sherbet”. O sorvete de maracujá e o sorvete de morango eram muuuito bons! Tão bons que nos repetimos as sobremesas pela primeira vez na vida (o que no decorrer dos 9 dias na Áustria, acabaram se tornando rotina)!

R9_1024x748

R12_1024x722

Em resumo: o restaurante é excelente, todo mundo aprovou. O atendimento foi nota 10. O garçon era um autentico austriaco, que inclusive nos ensinou uma expressões e girias usadas no país. Todas as vezes que pedimos alguma sugestão do que comer ou beber ele prontamente nos explicou tudinho e nos recomendou alguns pratos. As melhores recomendações foram as sopinhas de entrada, o osso buco e as sobremesas, com certeza!

O restaurante Alt Salzburg fica na  2, Bürgerspitalgasse e abre tanto pro almoço quanto pro jantar.

Restaurante em Salzburgo: Sternbräu

Quando chegamos em Salzburgo já era noite. Tivemos tempo apenas de deixar as malas no hotel e pedir na recepção uma indicação de um bom restaurante que servisse comida típica austríaca. O rapaz da recepção acabou nos indicando o Restaurante Sternbräu.

x1_1024x711

A localização não poderia ser melhor, o restaurante ficava em um dos vários becos que temos acesso enquanto caminhavamos pela Getriedegasse. Pra chegar até a porta principal, é preciso caminhar um pouco nesse beco.

X12_1024x728

O restaurante é considerado um dos mais antigos da cidade (surgiu por volta da metade do século 16) e fica em um prédio histórico da cidade, formado por diversos salões onde são servidos os almoços e jantares.

x3_1024x739

A decoração varia de salão pra salão chama atenção, mesmo sendo mais rústica, pois aliado a isso, o principal tema de decoração do ambiente é comida, comida típica austriaca, claro!

X8_1024x622

Todos os principais pratos da culinária austriaca são servidos, onde a maioria dos pratos são a base de carne de porco. Mas o goulash, os pretzels, as batatas rosti e os schnitzels também são servidos. Pra acompanhar, existe uma variedade de cervejas e vinhos austriacos, claro!

X6_1024x768

Na hora que chegamos, o rapaz nos levou no salão dois, pq o primeiro salão já estava cheio. Acredito que não seja necessário fazer reserva durante a semana, mas talvez na sexta e no sábado seja bem recomendado.

X11_1024x750

A comida no geral agradou bastante, a comida austriaca é bem parecida com a brasileira (em termos de quantidade e por não ser apimentada).

A unica coisa que deixou muito a desejar foi o atendimento dos garçons, super mal humorados! Mas o negócio é relevar, e foi isso o que fizemos!

X10_1024x759

Quanto aos valores, depois de 5 dias na Suíça, qualquer coisa é considerado barato.

O Sternbräu fica na Getriedegasse, a principal rua de Salzburgo, bem perto do Mac Donald’s. Não tem erro!

%d blogueiros gostam disto: