Um programa tipicamente Vienense: Café Imperial e Confeitaria Demel

Umas das coisas que eu estava ansiosa pra conhecer na Áustria era a sua gastronomia. E como eu já disse em outros posts, ela realmente não decepcionou nenhum pouco!

Com certeza uma paradinha para um lanche a tarde deve fazer parte de qualquer roteiro à Áustria. O que não faltam em Viena são cafés a cada esquina, sendo assim, não existe desculpa pra não conhecer ao menos um.

cafe imperial 13_1200x886

Essa cultura dos austriacos de passar horas e mais horas em um café surgiu ainda quando a cidade estava sob dominio do Império Turco-Otomano, onde foi justamente nessa época que algumas cafeterias começaram a aparecer. Ai veio o periodo de dominio do Império Austro-Hungaro, que fez com que essa tradição fosse fortemente cultivada. Hoje em dia, a Unesco declarou os Cafés de Viena (Wiener Kaffeehaus) como Patrimonio Imaterial da Humanidade.

Então pra não deixar passar em branco a oportunidade, eu tinha selecionado alguns restaurantes e cafés que são bem famosinhos em Viena pra gente visitar, mas não tivemos tempo de ir em todos, o que foi uma pena. Mas os que eu posso destacar que nos fomos e gostamos muito, são: o Café Imperial e a Confeitaria Demel.

Confeitaria Demel

Somente na segunda tentativa nos conseguimos uma mesa. O lugar é super disputado! Eu não sabia se era por causa da sua localização, já que essa confeitaria fica muito perto da entrada principal do Hofburg, ou se era pq era bom mesmo. A gente foi até lá num fim de tarde, e tivemos a sorte do lugar já estar esvaziando.

demel 1_1024x675

Nos mesmos tivemos que procurar uma mesa, mas enquanto a gente passeava pelo estabelecimento, aproveitei pra tirar uma fotinhos, claro.

demel 9_1024x732

demel 2_1024x727

Quando em fim achamos uma mesa vaga e limpa, uma atendente nos explicou como o esquema por lá funcionava. Basicamente é assim: as bebidas (chá – pode ser adoçado com mel, café, sucos, entre outros) são pedidos na mesa e as comidas são pedidas no balcão e nos mesmos levamos até a mesa. Achei bem prático!

demel 5_1024x614

Como era final de tarde, nos aproveitamos pra fazer uma lanchinho rápido, então cada um pediu uma chá ou café (o mais pedido é o Wiener Melange) e uma torta diferente pra provar.

demel 7_1007x768

Em resumo: o ambiente é super bonito e requintado, a comida é ótima, o atendimento é bom, mas se não der sorte de ir num horário com menos movimento, é impossivel fazer qualquer coisa lá dentro.

Café Imperial

Em 1863 estava sendo inaugurado o Hotel Imperial, um dos mais tradicionais de Viena. E alguns anos mais tarde surgiu o Café Imperial. Nos estivemos lá por duas vezes, uma pra almoçar e outra pra jantar (mas também é servido café da manhã – que eu imagino que deve ser nota 1000!) e recomendo muito pra quem quiser desfrutar de um ambiente tranquilo e comer comida austriaca de ótima qualidade.

cafe imperial 11_1200x830

O hotel fica na mesma rua que a Wiener Staatsoper (Opera Estatal de Viena) e bem próximo ao Musikverein e a Karlskirche, então a localização não poderia ser melhor.

Logo que chegamos, um garçom veio rapidamente nos acomodar e já aproveitou pra nos explicar como funcionava a questão dos pedidos.

cafe imperial 5_1200x857

A primeira vez que estivemos lá foi para almoçar e já passava das 15:00, a gente não sabia ao certo se ainda era possivel pedir pratos quentes.

Como eu já tinha lido alguns elogios no TripAdvisor, resolvemos não pular etapas e pedimos desde entrada (sopa de legumes), prato principal (só pra variar um pouco, dessa vez eu não pedi nenhuma comida tipica da Áustria e preferi um frango grelhado) e sobremesa. E pra acompanhar tudo isso, muita cerveja, claro! Esse foi o meu pedido nas duas vezes!

cafe imperial 2_1193x900

cafe imperial 4_1200x834

A sobremesa merece um paragrafo inteiro nesse post! Junto com a sobremesa que comi no Hotel Missoni em Edimburgo, essa também ficou em primeiro lugar de todos os doces, tortas e sobremesas que tive direito de provar nessa viagem. Tirando o nome impronunciavel que ela tem (Ringstrasseneisbecher), não teve torta imperial, nem apfelstrudel (torta de maçã) e muito menos torta sacher que entrasse nesse pareo! Pra ter uma idéia de como nos gostamos, nas duas vezes que estivemos lá, todo mundo repetiu essa sobremesa! A melhor parte da sobremesa não aparece na foto, que são os 3 sabores de sorvetes que estão escondidos.

cafe imperial 9_1200x880

cafe imperial 17_1200x877

Ao contrario do que muitas pessoas possam pensar, almoçar ou jantar é bem acessivel financeiramente. Achei os preços bem de acordo. Ao contrario do Restaurante Imperial, não é exigido “trajes mais apropriados”. O atendimento é excelente, até fizemos amizade com o garçom que foi muito simpático. A comida é nota 10! Fica a dica!

Torta Imperial

Torta Imperial

Obs.: Outros cafés que eu tinha selecionado, mas não deu tempo pra ir foram: Café Schwarzenberg, Café Central e Café Frauenhuber.

Anúncios

Tags:, , , ,

About Bruna Bartolamei

Depois de morar por quase 2 anos em Edimburgo, na Escócia e ter viajado por mais de 32 países, estou de volta ao Brasil com muitas histórias pra contar!

10 responses to “Um programa tipicamente Vienense: Café Imperial e Confeitaria Demel”

  1. Fernanda Scafi says :

    Deu água na boca!!!!!

  2. Juliana says :

    Oi Bruna,
    Concordo com você que a culinária austríaca é uma delicia. E as sobremesas então? Também adorei os cafés vienenses!!

  3. luffi says :

    Que todo o mundo já sabe que os cafés de Viena são uma instituição não é novidade, mas nada como experimentar um e viver todo aquele ambiente se pode apreciar. Na minha viagem fui cerca de 3 vezes e de todas adorei, claro que a apresentação de um simples café já dá agua na boca, mas as sobremesas são o pecado da gula. Passa pelo meu blog e leia sobre o que escrevi dos cafés e a cidade de Viena. Tou acompanhar o seu e a gostar muito, parabéns

  4. gilmara says :

    Bruna
    Otimo post!!!!
    E os preços?????

    • Bruna Bartolamei says :

      Oi, Gilmara

      Totalmente pagavéis hehehe não lembro exatamente o valor de cada coisa em especifico, mas eu diria q com 10,00 – 15,00 euros da pra provar uma torta e um chá e ainda sobra dinheiro na Demel e no Cafe Imperial, os pratos principais ficavam na media de 12,00 a 30,00 euros (os mais elaborados, claro).

      Se vc olhar no site oficial, talvez tenha o menu com preços. Não tenho certeza, então teria que olhar.

      • Gilmara says :

        Ai que bom!!!
        Vai demorar um pouquinho (só abril), mas irei experimentar essas delicias e depois te conto! rs
        beijo

Trackbacks / Pingbacks

  1. Viena: um roteiro de 4 dias | Contando as horas - 07/07/2013

Deixe seu comentário, sugestão ou crítica!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: