Zurique: Informações práticas

Zurique é considerada a maior cidade da Suíça e tem apenas 360 mil habitantes. Isso mesmo! Nem dá pra acreditar. Impressionante como a cidade não perdeu aquele ar de “cidadezinha de interior” e em nada lembra uma grande metropole.

Em dezembro de 2011 eu estive na Suíça pela primeira vez e naquela oportunidade eu me programei pra visitar apenas Genebra (lado francês) e Lucerna (lado alemão). Gostei tanto do que vi no lado alemão da Suíça que convenci o pessoal aqui de casa a começar a nossa EuroTrip 2012 por ali.

foto_1024x687

♣ Visto

Brasileiros não precisam de visto pra entrar na Suíça a turismo ou negócios por até 3 meses.

♣ Como chegar até Zurique (ou na Suíça) saindo do Brasil

A única empresa que opera voos direto até a Suiça é a Swiss. Os voos são semanais diários e partem somente de São Paulo e vão até Zurique. Chegando em Zurique é possivel fazer conexão e seguir pra outras cidades suiças ou européias. Agora se a intenção for fazer uma conexão, praticamente todas as outras grandes cias aéreas européias voam pra Zurique, Genebra, Basiléia, entre outras.

Eu optei por voar com a British Airways (pra acumular mais AVIOS) e tive que fazer uma conexão em Londres de 4 horas. Graças a Deus o voo chegou no horário e assim consegui pegar o voo pra Zurique que estava marcado pra o meio-dia.

ba 3_1024x749

O tempo de voo entre São Paulo e Zurique é de 11 horas e 30 minutos. No meu caso como fui até Londres primeiro, o tempo de voo entre São Paulo e Londres foi de 11 horas + o tempo de conexão que fiquei esperando no Aeroporto de Heathrow que foi de 4 horas + o tempo de voo entre Londres e Zurique que ficou em 1 hora e 40 minutos, ou seja, no total eu levei 16 horas e 40 minutos pra colocar meus pés em solo suíço. Haja paciencia e disposição!

♣ Euros x Francos Suíços: Qual a melhor moeda pra utilizar na Suíça?

Como a Suíça não faz parte da União Européia, a moeda oficial do país é o Franco Suíço (CHF). Durante os quatro dias que viajamos pelo país, muitas vezes pagamos as contas utilizando o Franco Suíço, porém quando foi necessário pagar em euros, todos os lugares aceitaram sem nenhum problema, mas o troco sempre foi devolvido em Franco Suíço.

O ideal mesmo é trocar euros por franco suíço pq o cambio oferecido em lojas e restaurantes muitas vezes não é tão vantajoso como em uma casa de cambio.

chf_1024x651

♣ Aeroporto de Zurique

O Aeroporto Internacional de Zurique (IATA:ZRH) é considerado o maior aeroporto da Suíça. Fica a um pouco mais de 10 km de distancia do centro de Zurique, na verdade ele fica na cidadezinha de Kloten. Tem dois terminais, onde o terminal A é para voos europeus e o terminal B para voos intercontinentais. Como eu tava vindo de Londres, eu desembarquei no terminal A. Enquanto eu aguardava o voo do restante do pessoal lá de casa chegar (eles tavam vindo via Portugal), aproveitei pra conhecer o Deck de Observação (Zuschauerterrasse), de onde dá pra ver toda a movimentação das aeronaves no aeroporto, além dos Alpes ao fundo, claro!

x2_1024x761

Uma coisa que acho interessante comentar é que, depois da imigração em Dublin, os oficiais da imigração da Suíça foram os que mais me “estressaram”. Me pediram todos os documentos possíveis, passagem de volta, passagem de trem pra Áustria, a passagem de trem da Áustria pra Alemanha e por fim, a passagem aérea entre Munique e Londres. O oficial inclusive me pediu umas 5x até que dia eu iria ficar na Suiça e em todas as vezes eu dei a mesma resposta (21 de outubro, depois sigo de trem pra Salzburgo), obvio. Já tava começando a me irritar! Cheguei a mostrar até o meu crachazinho da feira de turismo que eu ia lá em Londres (World Travel Market). Como eles viram que tudo se encaixava, eles me deixaram seguir viagem. Mas que foi um sufoco, ahhhh, isso foi!

az4_1024x751

az5_1024x740

(outras coisas que podem pedir ainda: reserva de hotel e comprovante financeiro – dinheiro e cartões de crédito)

♣ Como ir do aeroporto até o centro da cidade usando transporte público

Como nossos voos eram voos domesticos, todos nos desembarcamos no terminal A, mas para chegar na estação de trem do aeroporto, a Bahnhof SBB Zurique Flughafen, nos precisamos ir até o terminal B.

az9_1007x768

Então, o jeito mais fácil e rápido de ir do aeroporto até o centro de Zurique é usando trem. Para comprar os tickets, as máquinas e os guiches de atendimento, estão localizados no subsolo do aeroporto, descendo um andar e pra chegar nas plataformas é preciso descer mais um andar.

az11_1024x751

Nos compramos nossos tickets nas máquinas mesmo. As opções de idiomas são: inglês, alemão, frances e italiano. Ao iniciar a tela é só selecionar o idioma de preferência e logo em seguida escolher a estação de trem de destino, no nosso caso era a Zürich HB, a estação central da cidade. Ainda é preciso selecionar a classe, se vai ser primeira ou segunda classe. No caso da Suíça, andar em primeira classe pode custar até 60% a mais do que o valor da segunda classe. O pagamento pode ser feito tanto em dinheiro como com cartão de crédito.

az31_1024x740

az10_1024x763

Uma coisa que é importante dizer é que, ao comprar o ticket, ele tem validade determinada, tanto o dia como o horário limite pra uso estão especificados no topo do bilhete, ou seja, após retirar o ticket da máquina, a validade dele é de 2 horas.

az16_963x768

O trajeto é relativamente rapido e dura apenas 10 minutinhos. Antes de descer até a plataforma, existe um painel gigante que fica proximo as máquinas e guiches de atendimento onde podemos consultar que horas o próximo trem com destino a Zurique saia. Os trens partem a cada 10 – 15 minutos, então não é preciso se preocupar, pq praticamente 90% dos trens passam por Zurique.

az14_1024x684

az18_1024x640

Normalmente ninguém passa pra conferir, mas pode ser que passem, então pra não correr o risco de pagar multa e pagar um micão, é sempre bom comprar o ticket e fazer tudo certinho pra não ter problema.

♣ Estação Central de Trem de Zurique

Também chamada de Zürich HB é a principal estação de trem da cidade e uma das mais movimentadas de toda a Suíça. Existem trens que partem pra todas as partes do país, inclusive pra paises vizinhos como Liechtenstein, Áustria e Alemanha.

DSC00373_1024x711

Como dá pra imaginar, essa estação é uma loucura. Ainda mais quande se desembarca por ali no final da tarde, por volta das 18:00.

az21_1024x652

A estrutura da estação é muito boa, com alguns pontos de informações pra auxiliar turistas, além das várias máquinas pra comprar passagens (mas nos já haviamos comprados nossas passagens pela internet), também tem uma central de atendimento onde são vendidas as passagens nos guiches com as atendentes. Também existem vários quiosques vendendo comida e bebida, alguns bares e restaurantes e tem até uma loja da Sprüngli, bem no meio da estação.

t6_1024x768

Pra quem tiver interesse em deixar as malas nos lockers, a estação oferece essa opção, mas ela fica no andar subterraneo. No  nosso ultimo dia de Suíça, como nosso trem partia por volta das 14:00, nos aproveitamos pra dar uma ultima voltinha pela cidade e achamos melhor já deixar nossas malas na estação pra garantir, assim, após o almoço não precisariamos nos preocupar em voltar ao hotel para pegá-las.

l2_1023x768

A máquina pra trocar dinheiro por moedas

A máquina pra trocar dinheiro por moedas

Uma coisa que eu já aviso, pq a gente não sabia, é que próximo aos guardas-volume existe uma máquininha que troca notas de dinheiro por moedas, já que pra fechar os lockers só é possível com moedas. Nos descobrimos isso só quando já tinhamos ido trocar dinheiro em um quiosquinho ali perto (comprando água) e pedimos o troco todo em moeda, a funcionária ficou só olhando! hahahaha É, um micão, eu sei. Mas.. vivendo e aprendendo!

t13_1024x739

♣ Andando de bondinho por Zurique

Uma coisa que é importante dizer é que as máquinas que vendem tickets para o bondinho ficam do lado de fora da estação, todas as máquinas dentro da Estação Central de Zurique vendem apenas tickets para os trens.

tp1_1024x713

O sistema de bondinho de Zurique é excelente. Os trams (bondinhos), ao menos na grande maioria dos que andamos, eram relativamente novos, muito bem cuidados e limpíssimos. Basicamente esse sistema segue mais ou menos o mesmo modelo do metro de Londres, com várias linhas e todas são separadas por cores. Em uma mesma parada do bondinho várias linhas podem passar. Geralmente os trams passam com uma certa frequência, que variam entre 5 a 12 minutos.

t11_1024x754

No dia que nos chegamos em Zurique, nos dirigimos ao guiche de atendimento pra comprar nossas passagens pra Liechtenstein (que foram as unicas que não compramos pela internet) e o atendente nos ofereceu junto com essa passagem um ticket para usar por uma semana o transporte público de Zurique.

tp2_971x768

Claro que, como qualquer coisa na Suíça, esse ticket não saiu barato, mas ao menos não precisavamos nós estressar em ficar toda hora comprando um “day ticket”. Assim, era só carregar esse ticket na bolsa sempre para uma eventual conferencia, o que com nós nunca aconteceu. O ticket também não precisa ser validado e muito menos precisamos passar o ticket em catracas pra liberar nosso acesso ao bondinho.

tp4_1024x732

♣ Limpeza e Segurança

De todos os países que tive oportunidade de conhecer na Europa posso afirmar que a Suíça está entre os mais limpos que visitei, isso se não for o país-modelo nesse quesito. As ruas super limpinhas, as águas dos rios e lagos transparentes, a gente conseguia ver até as pedrinhas e os peixinhos nitidamente, as praças e pontes muito bem cuidadas e também não vimos nenhum pichação nos muros das casas e edificios da cidade.

Quanto a segurança, eu já gostava bastante do que via em Edimburgo e na Escócia em geral, e a Suíça me pareceu muito segura. Em nenhum momento, seja de manhã bem cedo, durante o dia, ao entardecer ou até mesmo altas horas da noite, nunca, em momento algum nos passamos por qualquer situação que nos desse medo.

DSC00482_977x768

Claro que é sempre bom ficar ligado, principalmente com a bolsa e equipamentos eletronicos (celular e máquina fotografica), mas é só por garantia mesmo e também pra não dar sopa pro azar.

♣ Em resumo

A Suíça, junto com a Noruega, foram os dois países mais caros que eu conheci até agora. É tudo muito caro mesmo. Mas pra que tudo por lá funcione assim muito bem, tudo isso tem um custo e nesse caso, custa muito caro (ao menos pra nós que ganhamos em reais).

Anúncios

Tags:, , , , , , , , , ,

About Bruna Bartolamei

Depois de morar por quase 2 anos em Edimburgo, na Escócia e ter viajado por mais de 32 países, estou de volta ao Brasil com muitas histórias pra contar!

2 responses to “Zurique: Informações práticas”

  1. Nick says :

    Oi Bruna, tudo bem ?
    Vc escreveu que os vôos da Swiss são semanais, na realidade acho que ainda continuam sendo diários. E vc tem razão em relação a imigração em Zurique. Uma vez fui pra europa de Swiss, que por sinal é uma excelente Cia. Aérea, e tanto na chegada quanto na saída, o pessoal da imigração foi super chato e rigoroso. Levo meu notebook numa bolsa, e ele ainda tem uma capa com zíper, para passar no Raio X, tive que tirar o notebook da bolsa, tirar a capa e quando ia colocar ele em cima da capa pra passar, não deixaram a capa passou separada do notebook. Um absurdo !!!
    Um abraço….

    • Bruna says :

      Oi, Nick!!

      Ah sim, arrumei ali no texto. Me confundi. Obrigada pela correção!

      Sim, eles são bem chatinhos na imigração, mas o importante é que no final tudo deu certo!

      Nessa viagem a gente até cogitou em ir com a Swiss, mas na ultima hora os preços estavam mais caros que com a TAP e a British, então ficou pra uma próxima vez!

Deixe seu comentário, sugestão ou crítica!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: