Praça Tiradentes – onde Curitiba foi fundada a 319 anos atrás

Em 29 de março de 1693 Curitiba foi fundada. O local mais propício pra isso acontecesse era a antiga praça Largo da Matriz, onde até então fica a Vila Nossa Senhora da Luz e Bom Jesus dos Pinhais. O tempo passou e hoje essa praça passou a se chama Praça Tiradentes e essa antiga vila se transformou na capital do Paraná, Curitiba.

A Praça está localizada bem no centrão da cidade, entre a Rua XV de Novembro, o Paço da Liberdade, Mercado das Flores e o Largo da Ordem. Mesmo rodeado de tantas atrações, quase sempre passa batido, ficando fora do circuito de visita dos turistas em Curitiba.

Existem 3 atrações de destaque na praça própriamente dita:

– O Marco Zero da cidade, de onde são medidas todas as distâncias em Curitiba, assim como mostra as direções de Paranaguá, Santa Catarina e São Paulo a partir de Curitiba.

– Estátuas do Presidente Getúlio Vargas (que além de minuscula, fica bem no meio da praça), Marechal Floriano Peixoto (na “esquina” pro lado esquerdo), e Tiradentes (localizado na “esquina” pro lado direito).

– Calçada Histórica. A pouco tempo atrás, durante obras na praça,  foi encontrado alguns vestigios e consequentemente alguns objetos que dizem ser da época em que Curitiba foi fundada. Bom, pra preservar o local, a solução encontrada foi cobrir esse trecho com uma calçada de vidro. Essa cálçada de vidro fica bem no centro da Praça Tiradentes. No dia que eu passei por ali, confesso que não entendi muito a lógica de manter a calçada de vidro, pq  afinal, ao olhar através delas, eu não vi nada demais. Claro que os objetos encontrados, como facas, moedas e alguns utensílios não estão ali, ao menos eu não vi nada disso por la. Mas… foi boa a intenção de preservar o local onde os objetos foram encontrados.

Já ao arredor da Praça Tirandentes, ainda podemos ver mais alguns atrativos da cidade, como:

A Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, ou simplesmente, a Catedral de Curitiba. Antigamente nesse mesmo espaço onde ela está localizada ficava a Capela onde fica a Imagem da Santa Padroeira da Cidade, na época em que a cidade foi fundada. Seu estilo neo-gótico e pintura bege é inconfundivel. Infelizmente no dia que eu estive lá, tinha umas placas bloqueando a entrada da Igreja. Fiquei meio sem entender o que estava acontecendo, mas esses dias vi no jornal que a Catedral tava fechada pra restauração e que vai ser reaberta ao público essa semana, no dia 06 de setembro.

E ainda tem o Relógio Solar, que fica na fachada da antiga Farmácia Stellfeld, a primeira farmácia de Curitiba. Confesso que não percebi muito bem a tal marcação das horas e olha que eu fiquei uns 5 minutos olhando pra ver se eu descobria que horas era sem que eu precisasse olhar no celular. Diz que o ponteiro que fica no relógio projeta a sombra no risco que marca a hora, ok, até ai tudo bem, mas e os minutos? Bom, eu diria que o relógio é um tanto quanto curioso, mas não achei muito pratico não.

E pra terminar, na rua que passa atrás da Catedral, podemos encontrar dois murais que são obras de Potty Lazzarotto. Eles retraram coisas relacionados a Curitiba, como a araucária, o farol do saber, a estação tubo para quem pega os ônibus na cidade e muitos outros simbolos curitibanos.

Ambos os murais são muito bonitos, vale a pena conhecer!

Anúncios

Tags:, , , , , , ,

About Bruna Bartolamei

Depois de morar por quase 2 anos em Edimburgo, na Escócia e ter viajado por mais de 32 países, estou de volta ao Brasil com muitas histórias pra contar!

Deixe seu comentário, sugestão ou crítica!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: