Covent Garden

Hoje em dia a primeira coisa que me vem a cabeça quando falo em Londres, não é o Big Ben ou a London Eye, e sim Covent Garden. Essa região se tornou a minha preferida na cidade. Sempre que eu ‘não tinha nada o que fazer’ acabava indo pra lá!!

Os motivos? A região é lotada de bares, restaurantes, lojas, museus, livrarias, mercados e teatros! E o melhor de tudo, fica numa área super central de Londres, está bem próximo ao Parlamento Britânico e da Galeria Nacional.

Pra entender um pouco essa parte da cidade, é bom saber que tudo gira em torno da Covent Garden Piazza, a principal praça dessa região. É ali também onde está localizado o famoso Covent Garden Market.

O ideal mesmo é começar a visita pelo próprio mercado, que é formado pelo Apple Market, East Colonnade e Jubilleu Market. Antigamente, esse era um dos principais mercados da cidade, onde eram vendidos frutas, legumes, verduras e flores.

A parte mais famosa do mercado, a que vemos sempre em fotos, é a area central chamada de Apple Market, que é como uma feirinha, onde são vendidos diversos tipos de artesanatos e antiguidades.

Mas hoje em dia, dá pra encontrar muita coisa interessante por ali, como lojinhas vendendo roupas, cosméticos, lojas de souvenirs, um pub (o Punch and Judy Tavern), tem uma lojinha de chás que vende inclusive vários apetrechos interessantes relacionados, além de um restaurante super badalado, o Chez Gerard.

Em frente ao mercado fica a St Paul’s Covent Garden Church, obra de Inigo Jones. Foi construída no inicio do século 17 e mais parece um templo do que uma igreja, quando olhamos a arquitetura exterior. Na parte interna, a igreja é bem bonitinha, mas a decoração é bem simples (comparando com a Catedral de St Paul e com a Abadia de Westminster).

Ainda nos arredores da Covent Garden Piazza tem o London Transport Museum. Eu não visitei o museu ainda, mas já fui na lojinha, tem bastante coisas legais a venda. Tem mapas, cartazes, souvenirs em geral e o mais legal de tudo são as réplicas de placas de ruas ou do metro de Londres que estão a venda.

Outra atração da região são os espetáculos de opera, ballet e os musicais. Toda vez que comprei uma passagem pra ir pra Londres, logo na sequência olhava o site da Royal Opera House, mas nunca dei sorte de ter algo pra ver! A Royal Opera House é uma das principais casas de opera e ballet de Londres e do mundo. É sede da Royal Opera, do Royal Ballet e da orquestra da Ópera Real, o que já é motivo suficiente para querer visitar o lugar. Um dia eu ainda vou achar algum espetáculo que coincida com as datas que vou estar lá ou em ultimos casos, nem que eu tenha que fazer o tour guiado, mas eu vou conhecer esse lugar! =)

Sem esquecer das lojas, tem uma Urban Outfitters, uma loja Paul Smith, uma Ladurée (que abriu no inicio de 2011), uma Burberry, uma loja gigaaaante da Apple (inaugurada na metade de 2010), que dizem ser a maior da Europa e por falar em loja gigante, ainda tem uma Swarovski enooorme e muitas outras lojinhas. Pra quem procura roupa de inverno, entre a Piazza e a rua Strand tem várias lojas de roupas esportivas/montanhismo com coisas bem interessantes e de boa qualidade.

Um dia caminhando meio sem querer, fui passando de livraria em livraria, até que acabei encontrando uma que se destacou mais que as outras. Eu tava procurando livros de viagem sobre a Áustria e Suiça, principalmente sobre a Áustria que minha mãe disse que tava dificil de encontrar alguma coisa no Brasil. Pra minha surpresa, a loja era inteira dedicada a venda de coisas relacionadas com viagens, e tinha uma seção totalmente dedicada aos dois países. Pra quem gosta de viajar e de saber as novidades do mundo do turismo, esse é o lugar ideal para passar uma tarde! Eu quase enlouqueci lá dentro haahahahah Queria comprar tudo!

Depois, procurando na internet descobri no blog Achados que a Stanfords é considerada a maior e mais antiga livraria especializada em viagens do mundo!!!! Nos três andares da loja dá pra encontrar de tudo, de tudo mesmo quando o assunto é viagem!

Tem livros, mapas, bandeiras, atlas, cadernos de viagem, globos, calendários, livros de fotografias, e guias de viagens. Sem esquecer os apetrechos e acessórios de viagens. Os guias de viagem são separados por continentes e não existe uma país no mundo que não tenha sua versão impressa naquelas prateleiras.

E olha que eu fui umas duas ou três vezes lá e procurei por destinos comuns aos mais ‘exoticos’ e encontrei absolutamente tudo. Vale passar umas horas em uma tarde chuvosa por ali, com certeza!

E pra terminar, uma coisa curiosa, é a respeito do nome Covent Garden. Sempre fiquei me perguntando o  pq desse nome.. e eis que a resposta estava na Wikipédia (mas na versão em inglês). Antigamente nessa região ficava o Convento de St Peter e costumava acontecer feiras nos seus jardins. O negócio ficou tão popular que de uma simples feirinha, surgiu a idéia de ‘construir’ um mercado. E o nome permaneceu e hoje em dia faz referência ao que já foi um dos principais mercados de Londres, o Covent Garden Market!

Anúncios

Tags:, , , , ,

About Bruna Bartolamei

Depois de morar por quase 2 anos em Edimburgo, na Escócia e ter viajado por mais de 32 países, estou de volta ao Brasil com muitas histórias pra contar!

7 responses to “Covent Garden”

  1. turista ocasional says :

    Olá Bruna!
    Acho que preciso de visitar Londres brevemente, pois sinto-me mesmo desactualizada em relação a muitos dos locais que visitei quando lá estive pela primeira vez.
    Obrigada também por isso, por me reavivar boas memórias.
    Beijinhos

    • Bruna says :

      Olá!!
      =)
      Nem me fale. Eu sou suspeita em falar de Londres, adoro a cidade! E mesmo tendo ido muitas vezes, sempre dá impressão que a gente não conhece nada e/ou que falta conhecer muitas e muitas coisas!

  2. Mateus says :

    Bruna a cada post que coloca sobre Londres, sinto que tenho que voltar lá. Há muita coisa para se ver ainda.
    Sensação parecida com a da turista ocasional.

    abraçø

    • Bruna says :

      Oi Mateus!!

      Verdade! Eu acho que nem passando uma vida toda da pra conhecer tudo que aquela cidade tem a oferecer, mas a gente tenta conhecer o que dá, né! heehehehe
      =)

  3. Tiago Xavier says :

    Ola Bruna, irei passar 2 meses em Londres e estou achando excelente e muito produtiva suas dicas.

    • Bruna says :

      Oi, Tiago!!

      Obrigadaaaa!! =D

      Escolheu muito bem, Londres com certeza absoluta é uma das minhas cidades preferidas nesse mundão!

Deixe seu comentário, sugestão ou crítica!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: