Pastéis de Belém

Ir à Portugal e não comer os Pastéis de Belém é como ir a Paris e não subir na Torre Eiffel.. então lá fui eu, no final do meu último dia em Lisboa, provar o famoso doce Português!

Chegando na Única Fábrica dos Pastéis de Belém

A Única Fábrica dos Pastéis de Belém, foi fundada em 1837, e fica na região de Belém, muito próximo ao Mosteiro dos Jerônimos.. muito fácil de achar, do bondinho, já dá pra ver o lugar!!

Vitrine

Quando cheguei lá, como esperado, estava lo-ta-do,  e isso que já passava das 18:30, então, aproveitei pra circular pelos vários ambientes e ver a decoração.

...

A decoração é única também, com os azulejos azuis e branco e com várias mesinhas espalhadas, um típico restaurante português!!

um dos vááários ambientes da Pastelaria

A produção dos pastéis é mantida em sigilo pelos proprietários por mais de um século e a receita é conhecida somente por 3 pessoas. Os pastéis são feitos todos os dias, a portas fechadas, numa sala chamada de Oficina do Segredo, e o processo de produção dura 2 dias.

Há uma parte onde dá pra ver quando os pastéis estão sendo tirados do forno…

hummm

O ideal é esperar vagar uma mesinha e saborear o doce lá mesmo, mas se caso não for possível, há um balcão, logo na entrada onde pode ser feito o pedido para levar os pastéis pra comer em casa.

take away

or... sit in

Além dos pastéis, são servidos sanduiches, entradinhas como bolinhos de bacalhau (e varios outros bolinhos), tortas, croissantes e bebidas (tacinhas de vinho do Porto e Moscatel).

além dos pastéis, existem muitas outras opções

Depois de ver as mais variadas opções no menu, pedi somente os pastéis de Belém, e mais uma taça de Vinho do Porto e mais uma de Moscatel de Setúbal (que aliás, enquanto esperava o Bondinho pra voltar pro hotel, vi uma propaganda dizendo que foi eleito o melhor Moscatel do mundo)!!

com açúcar e canela fica muito melhor!!!

O atendente me disse que o ideal é comer os pastéis acompanhados com açúcar e canela.. e realmente, dá um toque especial, muito bom meeesmo!!

tive que pedir mais 2

Também é possível comprar alguns produtos feitos no próprio lugar, como geléias,  marmeladas, bolos, e alguns vinhos, além é claro, dos souvenirs como canecas, pratinhos e xícaras.

...e no final das contas!

Abre todos os dias, das 08:00 as 23:00. E quanto custa um pastelzinho de Belém? 0,95 centavos de euro!

Anúncios

Tags:

About Bruna Bartolamei

Depois de morar por quase 2 anos em Edimburgo, na Escócia e ter viajado por mais de 32 países, estou de volta ao Brasil com muitas histórias pra contar!

Trackbacks / Pingbacks

  1. Belém « Contando as horas - 14/01/2012
  2. Hotel Vincci Baixa, em Lisboa | Contando as horas - 18/08/2013

Deixe seu comentário, sugestão ou crítica!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: